Topo
Blog Na Garagem

Blog Na Garagem

Frota de R$ 1 milhão bloqueada em SP tem Ferrari e Porsche; conheça

UOL Carros

19/06/2019 17h43

Ferrari 360 Modena F1 é o carro mais valioso bloqueado em operação do governo paulista (Reprodução)

Nesta semana,  operação do governo paulista contra sonegação de impostos bloqueou oito carros de luxo de uma importadora de vinhos, por conta de uma dívida superior a R$ 200 milhões. 

A frota, que tem Ferrari, Porsche, Jaguar e Mercedes-Benz, não pode ser vendida nem transferida a outros proprietários devido ao bloqueio. Caso a Justiça determine, irá a leilão para custear parte do débito, informou a PGE (Procuradoria Geral do Estado).

UOL Carros teve acesso a fotos de alguns dos carrões bloqueados — que, juntos, têm valor de mercado superior a R$ 1 milhão, de acordo com consulta à Tabela Fipe. Os valores são aproximados, pois o governo não informou o ano de fabricação de cada veículo.

O mais caro deles é uma Ferrari 360 Modena F1, produzida de 1999 a 2004. Um exemplar do primeiro ano de fabricação sai em média por cerca de R$ 330 mil.

Primeiro carro da marca italiana feito inteiramente de alumínio,  é um prato cheio para quem gosta de acelerar: traz motor 3.6 V8 aspirado de 400 cv e câmbio manual ou automatizado de dupla embreagem, sempre com seis marchas. A velocidade máxima é de 295 km/h e a aceleração de zero a 100 km/h acontece em cerca de 4,5 segundos.

Porsche Boxster tem motor 2.0, mas acelera como V8: atinge quase 300 km/h (Reprodução)

A coleção inclui um Porsche 718 Boxster, conversível alemão cotado em torno de R$ 300 mil na versão de entrada, ano 2016 — quando a atual geração foi lançada no país. Nessa configuração, o esportivo é equipado com motor 2.0 turbo central-traseiro de 300 cv.

Não se compara ao V8 da Ferrari em tamanho e em ronco, mas anda bem: a Porsche informa máxima de 275 km/h e zero a 100 km/h em 4,9 segundos.

Ford Mustang da geração anterior é outro modelo bloqueado. Exemplar 2013 custa em média R$ 200 mil (Reprodução)

Vale mencionar o Ford Mustang GT preto de quinta geração, com pintura preta e faixas cinza. A julgar pela foto, é um modelo 2013 ou 2014, cotado em pelo menos R$ 200 mil, aproximadamente — a título de comparação, um GT zero-quilômetro de sexta geração tem hoje preço sugerido de R$ 315,9 mil.

O "Mustangão" provavelmente chegou ao país via importação independente, pois a Ford só começou a oferecer o cupê no Brasil de forma oficial no ano passado, já na geração atual. A unidade bloqueada traz sob o capô motor 5.0 V8 de 426 cv e câmbio manual ou automático de seis marchas.

São 237 km de máxima e o esportivo americano sai da imobilidade e atinge os 96 km/h em 4,5 segundos.

Somente esses carros, por baixo, valem mais de R$ 800 mil, se estiverem em boas condições mecânicas e com os documentos em dia.

A "frota" traz, ainda, um Mercedes-Benz SLK,  um Jaguar XE R-Sport e dois BMW — um 320i e outro 320i GT. Segundo cotação da Fipe, juntos custam no mínimo R$ 480 mil.

Alessandro Reis, do UOL

Sobre o Blog

Bastidores, curiosidades e pequenas loucuras revelados pela redação de UOL Carros, que nunca para de falar de carros. Nunca...