Topo
Blog Na Garagem

Blog Na Garagem

Honda bate recorde mundial de aceleração com cortador de grama

UOL Carros

11/06/2019 16h28


A Honda anunciou o recorde mundial de aceleração de zero a 160 km/h com um cortador de grama, registrado e reconhecido pelo Guinness Book.

A marca foi obtida dia 6 de maio passado com o protótipo Mean Mower (cortador malvado), que saiu da imobilidade e atingiu a velocidade citada em 6,2 segundos. O recorde aconteceu com o piloto Jess Hawkins ao volante, na pista Dekra Lausitzring, nos arredores de Dresden, na Alemanha.

Esse não é o primeiro recorde com o veículo. A versão anterior conquistou em março de 2014 a marca de cortador de grama mais veloz do planeta, ao cravar 188 km/h. O novo modelo alcançou 243 km/h, diz a Honda.

A segunda geração do "cortador malvado" recebeu aprimoramentos com a ajuda de cálculos no computador e impressão 3D de componentes. O desenvolvimento teve a parceria da equipe Team Dynamics, que participa do Campeonato Britânico de Turismo.

O Mean Mower traz motor de 1.000 cm³ e quatro cilindros emprestado da moto CBR1000RR Fireblade SP, capaz de render cerca de 200 cv a 13.000 rpm – quase o dobro da potência do modelo original do cortador — o peso é de apenas 140 kg. Para se ter uma ideia, a relação peso-potência é maior que a do Bugatti Chiron.

Para se habilitar ao recorde, o Guinness Book exigiu que o veículo efetivamente cortasse grama — o que a marca diz ter comprovado. A base da construção do Mean Mower é o modelo HF 2622, que emprestou os painéis da carroceria e outros componentes.

As modificações para a obtenção do recorde incluem pneus de competição e peças de fibra de carbono. O material é usado, por exemplo, nas lâminas para cortar grama, em nome de redução no peso.

Cortador Mean Mower traz motor de moto esportiva e peças de fibra de carbono; aceleração de zero a 96 km/h acontece em menos de 3 segundos (Divulgação)

Sobre o Blog

Bastidores, curiosidades e pequenas loucuras revelados pela redação de UOL Carros, que nunca para de falar de carros. Nunca...