Topo
Blog Na Garagem

Blog Na Garagem

Marca do carro mais caro do mundo faz modelo de criança custando R$ 130 mil

UOL Carros

2014-03-20T19:12:09

14/03/2019 12h09


A Bugatti revelou durante o Salão de Genebra, que termina neste domingo, um carrinho elétrico infantil que é uma releitura do modelo criado por Ettore Bugatti, fundador da marca, para seu filho Roland em 1922 – ou seja, quase 100 anos atrás. Na Suíça, a marca já havia chamado a atenção com o Bugatti La Voiture Noire, o carro mais caro do mundo.

Feito para crianças abastadas (tanto o atual quanto o original, diga-se), o Bugatti Baby, como ficou conhecido, é uma réplica do carro de corrida Type 35 Grand Prix e custará a bagatela de 30 mil euros – algo em torno de R$ 130 mil. Ou seja, é o suficiente pra levar pra casa modelos como um Audi A3 Sedan, um Jeep Compass ou uma Toyota Hilux (em tamanho real!).

LEIA MAIS:
Bugatti La Voiture Noire, carro mais caro do mundo, já tem dono
PCDs são responsáveis por "boom" na venda de carro automático no Brasil

BRINQUEDO DE PRÍNCIPES

O sucesso do brinquedinho do herdeiro Bugatti fez com que o original tivesse 500 unidades produzidas entre 1927, quando foi apresentado no Salão de Milão, em 1937. Custava 5 mil francos na época, valor acessível apenas aos filhos de clientes ricos. Os pequenos príncipes de Marrocos e da Bélgica, por exemplo, garantiram o seu exemplar.

A nova versão também terá sua produção limitada a 500 unidades. Assim como na década de 1920, o motor será elétrico e a velocidade máxima deve chegar a 20 km/h. No atual, há o chamado "ajuste para adultos", no qual uma chave de velocidade acessa 10 kW extras de potência (função que existe no Chiron) fazendo com que o carrinho atinja até 45 km/h.

DETALHES DO CARRINHO

Detalhes existentes nos dois modelos incluem rodas de liga leve, estepe preso por uma tira de couro e suspensão de lâminas. O atual recebe melhorias como um diferencial de deslizamento limitado para melhorar a tração e a dirigibilidade.

Mesmo assim, o carrinho de quase um século era bastante detalhado para a época, com freios nas quatro rodas, carroceria de alumínio e chapas metálicas, banco de couro e placa com o número de série entre o assento e o compartimento do motor.

Cerca de 100 unidades do modelo original ainda podem ser encontradas em bom estado, seja de colecionadores particulares ou em museus. Na famosa casa de leilões Christie's, há um exemplar cujo valor estimado de venda deve chegar a US$ 75 mil, pouco mais de R$ 287 mil.

Já o novo Baby será vendido na rede de concessionárias da Bugatti ou no site exclusivo www.bugattibaby.com.

 

Sobre o Blog

Bastidores, curiosidades e pequenas loucuras revelados pela redação de UOL Carros, que nunca para de falar de carros. Nunca...